CONGRESSO LEARNING &
PERFORMANCE BRASIL 2019

Inovações, Tendências e Melhores Práticas em Desenvolvimento de Talentos, Gestão de Performance e Transformação Digital nos Processos e nos Modelos de Negócios

19 de Agosto de 2019 | 8h às 18h

Renaissance São Paulo Hotel - Alameda Santos, 2233 - SP

07 HORAS
47 MINUTOS
11 SEGUNDOS
07
47
11
DIAS HORAS MINUTOS SEGUNDOS

Apresentação dos Projetos do Prêmio Learning & Performance Brasil: Melhores práticas, na Prática

Período: Tarde - 16h00 às 18h00

Sala: Pampas (50 lugares)

Moderadores

16h00 às 16h20

Paulo Cesar de Araujo Barcellos do BNDES apresenta os destaques do projeto Novo modelo de gestão jurídica no BNDES (Foco: Learning & Performance)

Este projeto apresenta o trabalho de formulação e implementação, tanto das pré-condições, como de iniciativas estruturantes, necessárias ao funcionamento de um “novo modelo de gestão jurídica no BNDES”, baseado no conceito de “estratégia aprendizacional”, com foco na mudança do mindset jurídico (advogados “viabilizadores de negócios”), na garantia dos ganhos de eficiência (novas tecnologias e processos), e na efetividade da prestação dos serviços jurídicos (demandados pela “Economia 4.0”).

16h20 às 16h40

Daniela Ferreira da Amazul apresenta os destaques do projeto Mapeamento de Competências (Foco: Performance)

De acordo com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (2013), atual Ministério da Economia, competência significa o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias ao desempenho das funções dos servidores, visando ao alcance dos objetivos da instituição.
De acordo com Rogério Leme (2005) as competências podem ser classificadas em: técnicas e comportamentais. As competências técnicas referem-se ao conjunto de conhecimentos específicos e habilidades que o empregado precisa conhecer e dominar para realizar as atribuições inerentes à sua função ou papel, tais como: legislação, software de gestão, metodologias, idiomas, entre outros. Enquanto que as competências comportamentais estão relacionadas às atitudes do empregado, que impactam nos seus resultados e desempenho, e constituem o diferencial competitivo de cada profissional.
O Projeto foi realizado nas duas primeiras áreas de implantação do projeto de Gestão do Conhecimento da AMAZUL, que foram: o Departamento de Operação da Unidade Piloto de Produção de Hexafluoreto de Urânio do Centro Industrial Nuclear de Aramar (USEXA-CINA) e a Assessoria de Meio Ambiente do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (AMA-CTMSP). O Mapeamento de Competências Comportamentais na USEXA-CINA foi realizado no período de maio e junho de 2017 e na AMA-CTMSP no período de maio e junho de 2018.
A etapa de Mapeamento de Competências Comportamentais é parte integrante da atuação da Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas (CDP) no Projeto de Gestão do Conhecimento da AMAZUL. A atuação da CDP compreendeu também as etapas de análise do perfil comportamental dos gestores da área, por meio da ferramenta DISC, e da atividade de descrições de especialidades das áreas.
A Gestão do Conhecimento tem como objetivo permanente a melhoria do Desempenho Humano. Neste contexto, o pilar de Gestão de Pessoas trouxe o olhar de identificar, desenvolver e analisar as competências necessárias para a melhoria deste Desempenho.
A escolha de iniciar o Mapeamento de Competências Comportamentais do projeto de Gestão do Conhecimento da AMAZUL pelo Departamento de Operação da Unidade Piloto de Produção de Hexafluoreto de Urânio do Centro Industrial Nuclear de Aramar (USEXA-CINA), deu-se devido a USEXA ser responsável pela produção de hexafluoreto de urânio (UF6), a partir do concentrado de urânio (yellow cake), sendo o UF6 insumo estratégico para a produção do combustível nuclear, assim sendo escolhida pela sua importância no Ciclo de Produção do Combustível Nuclear, criticidade de sua atividade, conhecimentos acumulados e fase atual de sua implantação, à época da execução do projeto da Gestão do Conhecimento da AMAZUL.
Em relação à escolha da Assessoria de Meio Ambiente do Centro Tecnológico da Marinha (AMA-CTMSP) na sequência, deu-se pelo compromisso da AMAZUL e do CTMSP em manter a qualidade do meio ambiente para as gerações atual e futura, assegurando, na execução de seus projetos, o atendimento à legislação e normas ambientais vigentes, aplicando sempre a melhoria contínua dos processos para prevenir a poluição e minimizar os impactos das atividades nucleares e industriais ao meio ambiente. Todo esse processo ocorre, por meio do Sistema de Gestão Ambiental, que promove a atualização dos objetivos, o controle e o monitoramento do meio ambiente e a conscientização e treinamento dos colaboradores militares e civis.

16h20 às 16h40

Coronel Simião e Tenente Aguiar da Aeronáutica SEFA apresentam os destaques do projeto Capacitação de Gestores da Aeronáutica (Foco: Learning)

A administração moderna requer competências orientadas pelo desenvolvimento de três dimensões: Conhecimento, Habilidade e Atitude, necessárias ao desempenho das funções de Gestores e Agentes da Administração da Aeronáutica.

O projeto ora apresentado tem a finalidade de exaltar a progressão na carreira dos recursos humanos da Aeronáutica, enquanto gestores, utilizando principalmente ferramentas tecnológicas de Ensino a Distância (EaD).

17h00 às 17h20

Valquindar Ferreira Mar Júnior do SEDUC AM apresenta os destaques do projeto Centro de Mídias (Foco: Learning)

O Centro de Mídias de Educação do Amazonas – CEMEAM – que, de acordo com o último Organograma Institucional, constitui-se em um dos departamentos da SEDUC/AM, foi criado em 2006 e iniciou suas atividades em 2007 com a finalidade inicial de atender, por meio do Projeto (hoje Programa consolidado) “Ensino Médio Presencial com Mediação Tecnológica”, a uma demanda reprimida histórica de estudantes interioranos que concluíam o ensino fundamental e não conseguiam prosseguir seus estudos porque não havia escola que oferecesse ensino médio na localidade em que residem.
Essa modalidade de ensino abrange, atualmente, o Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano; o Ensino Médio do 1º ao 3º ano e a Educação de Jovens e Adultos com os respectivos correspondentes às etapas do ensino fundamental do 6º ao 9º ano e ao ensino médio (EJA) 1º ao 3º ano.
Como no ensino convencional no Estado, essa modalidade é composta de 200 dias letivos anuais, trabalha os mesmos componentes curriculares e mesma carga horária do ensino convencional regular, e é promovido pela SEDUC/AM, por meio do Centro de Mídias de Educação do Amazonas, que tem como principal objetivo ampliar e diversificar o atendimento escolar por meio das tecnologias.
Uma Central de Produção Educativa para TV, conectada a uma rede satelital bidirecional, permite interatividade em tempo real e transmite diariamente, de 2ª a 6ª feira, aulas ao vivo por meio de uma solução de videoconferência. Essas aulas são ministradas de sete estúdios, localizados no Centro de Mídias, em Manaus (capital do Estado do Amazonas), por dois professores (ministrantes) pós-graduados, em cada série e em cada um dos componentes curriculares específicos, e recebidas por cerca de, atualmente, 44 mil alunos, orientados por professores presenciais graduados (no mínimo), distribuídos em, atualmente, 2.260 salas de aula (com expansão prevista para 2020) organizadas em 2.406 comunidades, localizadas nos 62 municípios do Estado.
Cada sala de aula está equipada com (além da antena VSAT, que mede 1,8m de diâmetro e possui capacidade para atender a várias salas, desde que estejam dentro do seu raio de alcance) um kit tecnológico, composto por computador, impressora, webcam, microfone, nobreak e um televisor LCD de 42”. O acesso à Internet, disponível em todas as salas, complementa a Plataforma Tecnológica com serviços de “e-Learning”.
As comunidades rurais são atendidas, portanto, por uma rede de serviços de comunicação multimídia (dados, voz e imagem) proporcionada por meio de uma plataforma de telecomunicação, incluindo acesso simultâneo à Internet em Banda Larga, em cada sala de aula em que a metodologia é desenvolvida, com aulas em tempo real transmitidas pela TV interativa, proferidas pelos professores ministrantes, dos estúdios localizados no Centro de Mídias/SEDUC/AM, em Manaus, e acompanhadas por professores presenciais e alunos, nos 62 municípios do Estado.
Os alunos assistem a essas aulas na sala da escola de sua comunidade, sob a orientação local de um professor denominado professor presencial, em um sistema de tutoria.
Além de ferramentas de comunicação como chat, e-mail e telefone, o aluno interage com os professores ministrantes, posicionando-se diante de uma webcam, que, juntamente com outros equipamentos, transmite sua imagem, sua voz e seus dados, resultando em um diálogo efetivo, em tempo real, garantindo a completa comunicação entre os participantes desse processo de ensino e aprendizagem com características de “b-Learning”.

17h20 às 18h00

Momento de interação entre Participantes, quando as dúvidas das Melhores Práticas apresentadas pelos Palestrantes serão esclarecidas.

GALERIA DE FOTOS

REALIZAÇÃO

Institute for Learning & Performance
MicroPower

PATROCÍNIO

Bradesco
IBM

APOIO INSTITUCIONAL